OTOPLASTIA

Se orelhas salientes ou desfiguradas incomodam você ou seu filho, pode-se considerar a cirurgia plástica. Cirurgia da orelha, também conhecida como otoplastia, pode melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas. A cirurgia corrige um defeito na estrutura das orelhas presente desde o nascimento, que se torna aparente com o desenvolvimento, ou trata orelhas deformadas causadas por lesão. A otoplastia cria uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. Correção de deformidades menores pode beneficiar a aparência e a auto-estima.

A OTOPLASTIA TRATA ESPECÍFICAMENTE

• Orelhas muito grandes – uma condição rara chamada macrotia,

• Orelhas salientes que ocorrem em um ou ambos os lados em diferentes graus – não associados à perda auditiva,

• Insatisfação do adulto com a cirurgia prévia da orelha.

É INDICADA PARA MIM?

A otoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

CRIANÇAS BOAS CANDIDATAS À OTOPLASTIA SÃO

• Crianças saudáveis, sem doença com risco de vida ou com infecções crônicas não tratadas de ouvido,

• Geralmente, crianças com cinco anos de idade, ou quando a cartilagem da orelha já é estável o suficiente para a correção,

• Crianças cooperativas e que sigam as recomendações médicas,

• Crianças capazes de expressar o que sentem e não manifestam objeções durante a discussão da cirurgia.

ADOLESCENTES E ADULTOS BONS CANDIDATOS À OTOPLASTIA SÃO:

• Indivíduos saudáveis que não tenham doença com risco de vida ou condições médicas que possam prejudicar a cicatrização,

• Não fumantes,

• Indivíduos com visão positiva e metas específicas dos resultados.

 

 

 

Voltar